Carreira

Olá!

Hoje vamos falar de algo que, certamente, todo mundo já sentiu! Ansiedade no trabalho! Algumas pessoas já sentiram numa intensidade menor e outras numa intensidade maior. Com certeza, em algum momento da sua vida profissional você já sentiu ansiedade. Existem várias causas de ansiedade no trabalho. Aqui, vamos falar de algumas e dar dicas de como conseguir passar por isso. 

Entrevista de emprego

A entrevista de emprego é a primeira etapa em que o funcionário entra em contato com a ansiedade no trabalho. Vamos combinar que só de pensar em sermos avaliados por alguém já causa um “nervosinho”. Afinal, é uma situação muito importante. Eu sei que não conseguimos controlar o suor, o tremor e o frio na barriga. Porém, podemos amenizar a intensidade e nos acalmarmos para que possamos nos sair melhor na entrevista. 

Prazo de experiência

Perto de completar os 3 meses de experiência, a gente fica ansioso pensando se seremos efetivados ou não. Mesmo que o nosso líder venha nos dizer que estamos atendendo as expectativas da empresa, ficamos ansiosos. Só quando passamos do dia final da experiência é que a gente fica mais tranquilo. 

Metas

Inegavelmente, as desafios empresarias aumentaram nessa pandemia. As pressões para atingirmos as metas são elevadíssimas. E em alguns casos até irrealistas. A cobrança excessiva do nosso chefe para alcançarmos mais resultados tira o nosso sono. De fato, isso eleva nosso grau de ansiedade.

Novas formas de trabalho

Inesperadamente, o Home Office veio para ficar. Junto com ele vieram reuniões online, afastamento social, mudanças de contrato de trabalho, redução de salário, etc. Com isso, precisamos desenvolver a adaptabilidade e a resiliência. Fomos “obrigados” a passar por transformações no trabalho e em casa. Por consequência, a ansiedade aparece.

Instabilidade econômica do país

Certamente, a parte financeira é uma situação de extrema importância na nossa vida. Muitas empresas fecharam as portas e muitas pessoas perderam o emprego. A perda do emprego, ou o medo da perda para quem ainda manteve o trabalho, sem dúvida, é um gatilho fortíssimo para o início da ansiedade. A incerteza financeira causa não só a ansiedade, mas também gera angustia e insegurança.

Existem inúmeras outras situações que geram ansiedade no trabalho, como assédio moral, concorrência interna e externa, avaliações e feedbacks, alta responsabilidade, etc. É importante lembrar que quando eu falo aqui de ansiedade, não é a ansiedade patológica como o transtorno de ansiedade generalizada. Apesar de, todas essas situações, poderem ser sentidas de uma forma tão intensa que se tornam gatilhos para alguns transtornos psicológicos. Por exemplo o Burnout.

Decerto você está pensando assim: Tayla, isso tudo eu já sei! O que eu quero é a solução! Então vamos lá!

Um dos principais sinais de ansiedade é a respiração curta e rápida localizada no peito. Vou te ensinar duas formas de respiração que vai te ajudar a diminuir a ansiedade e fará você ficar mais tranquilo para passar por todas essas situações.

  1. Respiração abdominal

Quando você começar a sentir os sintomas da ansiedade, foque na sua respiração. Primeiramente, respire de forma lenta e forçando a respiração abdominal. Em segundo lugar, coloque a sua mão levemente na sua barriga e redirecione a sus respiração. Aos poucos você diminuirá a respiração peitoral, o batimento cardíaco, a sudorese, o tremor e até a dor de cabeça.

  1. Respiração quadrada

Uma outra forma de respiração é a respiração quadrada. Você pode imaginar um quadrado, onde cada lado acompanhará sua respiração. Como possuem os lados iguais, o seu tempo de respiração também serão iguais. Ou seja, inspirar, segurar, expirar e segurar novamente no mesmo tempo. Enquanto você respira, você foca no quadrado. Por exemplo: No primeiro lado do quadrado você inspira vagarosamente, contando até 4. No segundo lado, você segura o ar com o pulmão cheio durante 4 segundos. No terceiro lado, você expira devagar, contando até 4. E no quarto lado vc prende a respiração com o pulmão vazio durante 4 segundos. Entendeu?! Faça essa sequência 3 vezes. Eu te garanto que irá funcionar!

Agora que você já sabe como diminuir a ansiedade, compartilhe essas dicas com alguém para que todos sejam beneficiados.

Obrigada pela sua companhia e leitura!

Até semana que vem!

Tenha uma excelente semana!

Lembre-se: O autoconhecimento é primordial para seu sucesso!