Blog

 

Olá pessoal!

Todo começo de ano fazemos planos e resoluções para que tenhamos o melhor ano de nossas vidas, mas, infelizmente, não começamos da melhor forma a colocar em prática o que planejamos. Mantemos os mesmos hábitos e comportamentos antigos esperando que as coisas mudem. Não somos intencionais e assertivos em nossa busca e acabamos caindo nas mesmas falhas e nos frustrando ao longo do caminho, por não atingirmos o que planejamos, até desistir e voltar ao estado inicial.

Eisntein diz que é “Insanidade continuar fazendo as mesmas coisas e esperar resultados diferentes” e ele tem toda a razão… é necessário tomar decisões diferentes e fazer coisas novas se, realmente, quisermos terminar melhor que começamos.

Para isso, é importante estar aberto e disposto a mudar. Quando não abrimos nossa mente e nosso coração para fazer diferente, nosso cérebro não entende isso como algo bom e, com certeza, fará todo o possível para que voltemos para a zona de conforto e deixemos as mudanças para trás.

Este tempo é bem propício para pensarmos nisso, pois temos passado por vários desafios, perdas e dores, mas se ainda estamos aqui é porque temos uma missão a cumprir. Então, não podemos jogar a toalha agora. O ano está só começando e temos muito a realizar. Busque a esperança para persistir e dê os passos necessários para realizar seus sonhos.

Para que você viva este novo ano, com expectativa e termine melhor que está começando, vou te dar algumas para ajudar nesta jornada:

  1. Supere seu passado

Sabemos que perder um ente querido, amigo e, até mesmo um trabalho, é muito doloroso. Isso nos conecta com os nossos mais profundos instintos, pois algo nos foi tirado e o ser humano tem dificuldade em lidar com o que sai fora do seu controle. É um processo que requer paciência, tempo e dedicação, mas ao mesmo tempo é importante olhar como um tempo de aprendizado e crescimento, pois feridas fechadas abrem portas para ajudarmos outros que passarem pelas mesmas dificuldades. Não podemos ficar presos ao tempo de lamento, remoendo as perdas, as derrotas e os fracassos. É necessário superar as decepções e tristezas do passado, sejam elas antigas ou recentes. O novo está batendo à sua porta e, se você ficar olhando para o que passou perderá oportunidades riquíssimas de escrever uma nova e linda e história. Olhe para frente. Fixe seus olhos nos novos desafios e siga em frente! Além de superar as perdas, não fique focado nas conquistas antigas e no que já deu certo. Gostar de lembrar das vitórias passadas é muito bom e pode nos motivar para as conquistas futuras, mas ficar preso nelas é saudosismo, que também pode paralisar e impedir de olhar para frente e avançar. Esteja aberto para novas conquistas, para ter novas e interessantes histórias para contar. Lembre-se que o melhor está por vir.

  1. Busque a capacitação necessária

Toda mudança e conquista requer um esforço para aprender algo novo. Seja aprender um novo idioma, um curso, investimentos, um esporte… tudo precisa de um certo conhecimento para realizarmos o que precisamos, de forma a atingir o resultado esperado. Meu convite é para que você se dedique a aprender algo novo. Seu cérebro se expandirá, e nunca mais voltará ao estado anterior, levando você a novas conexões neurais que te conduzirão ao objetivo que você busca alcançar. Além de aprender e se capacitar, tenha disciplina para continuar. No início é cansativo e difícil, como realizar uma atividade física, mas quando você começa a aplicar o que aprendeu e vê o resultado tomando forma, seu cérebro liberará doses de dopamina e serotonina, hormônios que causam felicidade e prazer, e ajudarão seu cérebro a te ajudar nas mudanças e não te sabotar. E, quando tiver um pouco do conhecimento necessário, comece a aplicar as mudanças, não espere saber tudo, pois aprender é infinito, não conseguiremos absorver tudo o que existe sobre um assunto. Talvez isso paralise você, pois a insegurança e o medo de errar podem te impedir de começar, mas tenha coragem e ouse dar o primeiro passo. Os corajosos não são aqueles que não tem medo, mas sim aqueles que fazem o que precisa ser feito, mesmo com medo. Respire fundo e comece!

  1. Siga o plano traçado

Implementar mudanças e realizar algo, grande ou pequeno, requer “diligência”. E o que é isso? Diligência significa ter cuidado, atenção ou dedicação para realizar uma tarefa. É considerada uma grande virtude, pois a pessoa compreende que tal atividade está sob sua responsabilidade e é seu dever. Neste caso, você estará assumindo um compromisso com você mesmo, e esta tarefa será uma responsabilidade, unicamente, sua, pois o resultado, seja ele positivo ou não, afetará seu presente e seu futuro. Tenha clareza dos passos que deve dar e siga firme, sem se distrair ou buscar atalhos. O processo é necessário para sua maturação, para que você atinja o seu objetivo e esteja preparado para novos níveis. Podemos associar à diligência, o foco, que nada mais é que dedicar o tempo necessário para realizar determinada tarefa com total concentração. Sem ele, nos distraímos com tudo que aparece e deixamos de lado o sonho que tanto buscamos. Quando estiver concentrado no que quer fazer, não olhe para os lados. Gosto da analogia do cavalo de corrida. Ele usa uma viseira nas laterais dos olhos, para que o que estiver ao seu lado não o distraia, pois seu alvo é a linha de chegada. Então, seja diligente e focado! O resultado virá!

  1. Esteja atento às oportunidades

Aqui é um ponto sensível. Por que vejo isso? Nem sempre as oportunidades que surgem são aquilo que você precisa e irão te ajudar na concretização do seu objetivo. Quando digo “esteja atento” é em todos os sentidos: tanto para perceber as oportunidades e quanto para não confundir distrações ou atalhos com oportunidades. Estar consciente do que você está buscando, com profundidade, fará com que você não tenha dúvidas quando precisar dizer “sim” ou “não” e te ajudará a definir o que é prioridade ao longo da jornada. Entenda que nem tudo que é bom é bom para você! Por isso, os pontos anteriores devem estar bem alinhados, para que você sustente suas escolhas e decisões. Por mais que as intenções externas sejam boas e oportunidades sejam apresentadas a você, muitas vezes, como “ajuda”, não podem superar a clareza do que você realmente deseja alcançar ou desviar seu foco. Lembre-se do cavalo de corrida: o alvo é a linha de chegada.

  1. Receba os presentes

O processo é importante para nosso crescimento, mas o ato de receber, de conquistar é a consequência de nossa jornada. Por mais que você desfrute do caminho, você sempre espera pela linha de chegada, a vitória, a realização. Faz parte do ser humano, temos um anseio em nós por realização. Durante o processo, receba cada conquista como pequenos presentes, souvenirs para que você se mantenha estimulado a prosseguir. Mas não perca de vista o prêmio que te aguarda ao final. É importante que todas as etapas vencidas sejam celebradas, comemoradas. Lembra quando falei acima dos hormônios do prazer e da felicidade? Eles são liberados nestes momentos também. Por isso, é extremamente necessário celebrar o que você já tem e está recebendo. Isso será uma mola propulsora que te impulsionará a continuar até o fim. E lembre-se: cada dia vivido é um presente. Não podemos mudar o passado, mas podemos fazer nosso presente especial para termos um futuro extraordinário. Tenha sempre em mente: O dia mais importante é hoje. O ano mais importante é este. Faça deste tempo o seu melhor momento.

 

Por fim, e não menos importante, seja grato por tudo que viveu até aqui e, porque não, também pelo que virá. Traga a existência, por meio de suas palavras e declarações cheias de fé, aquilo que ainda não existe. A palavra tem poder. Meu convite para você neste tempo é: agradeça mais e reclame menos. Suas palavras refletem o que está em seu coração. Então, se seu coração for cheio de gratidão e alegria por ter chegado até aqui, é isso que você vai externar ao seu mundo e fará dele um lugar leve, enquanto avança rumo às suas realizações.

 

Feliz 2022! Meu desejo sincero é que seja um ano extraordinário para você e sua família!

Forte abraço!

Telma Morales