Carreira

Olá Pessoal!!!!

Atualmente, fala-se muito em propósito e missão de vida. Nosso propósito e nossa missão devem estar alinhados com a nossa profissão para que possamos ser mais felizes no trabalho. 

O quarto elemento do modelo PERMA descrito por Martin Seligman, criador da Psicologia Positiva, é o Meaning. Ou seja, é o sentido e o significado que temos em realizar algo. Então, hoje faremos uma viagem para descobrir como ter um sentido no nosso trabalho.

Sentido:

Primeiramente, vamos identificar o que é sentido. De acordo com Seligman, sentido é servir e pertencer a algo que acreditamos ser maior do que nós mesmos. Desse modo, o sentido aparece quando sentimos emoções positivas em participarmos de grupos com relacionamentos positivos e fazermos as tarefas de forma engajada atingindo o estado de flow.  Isso te lembra alguma coisa? Claro! Não só os três elementos do modelo PERMA que falamos nos textos passados, mas também um emprego ideal, né!? 

Lembrando que não existe um trabalho perfeito, e sim uma construção nossa, através das nossas atitudes, para tornar o nosso trabalho ideal. Sendo assim, desenvolver e praticar a psicologia positiva no nosso ambiente profissional, fará com que tenhamos mais satisfações e realizações no nosso trabalho. 

Descoberta do sentido:

Muitas pessoas romantizam e idealizam a descoberta do propósito, do significado, da missão e do sentido da vida como se fosse algo extraordinário. 

Não espere fogos, a abertura do céu, as anjos tocando o trombone, nada disso! Rsrsrs. Descobrir qual é o nosso propósito, é identificar o “pra que” que estamos fazendo o que estamos fazendo. É identificar o motivo pelo qual acordamos e o que nos impulsiona a viver. 

De acordo com a filosofia IKIGAI, criada no Japão, todos nós temos uma razão de existir. De forma simples e resumida, existem 4 perguntas sequenciais que nos traz clareza da nossa missão. São elas: O que amo fazer? O que eu faço bem? O que eu posso ser pago pra fazer? O que o mundo precisa? Correlacionando e trabalhando esses pontos, podemos alcançar uma vida significativa. 

Só para exemplificar: Sabe quando acontece algo conosco que sentimos felicidade, que contribuímos com algo, que tudo se encaixa, que tudo funciona, que até mesmo os contratempos, de certa forma, ajudam na obtenção do objetivo e no final a gente fala que tudo fez sentido? É isso! Essa fala de que tudo faz sentido, é a percepção de que algo maior do que nós foi realizado. O mesmo sentimento acontece quando fazemos algo pela sociedade, por alguma instituição não governamental ou qualquer outro tipo de doação verdadeira. Não só, a doação material, mas também, de tempo, atenção, carinho e cuidado.

Certamente, podemos dar sentido para algumas coisas que aconteceram no nosso passado, basta lembrarmos do fato e analisarmos qual foi o benefício que conseguimos implementar.

Sentido e trabalho:

Antigamente, pesquisas de satisfação do trabalho informavam que a maior motivação do trabalhador era o salário e as gratificações financeiras. Atualmente, as pesquisas mostram que a maior motivação do trabalhador é o alinhamento da atividade profissional com o propósito de vida pessoal. Assim, se realizamos algum trabalho que não faça sentido para nós, a vida fica sem graça, fica sem direção e sempre parece que falta algo. Consequentemente, as tarefas diárias ficam pesadas, a rotina estressa e a cobrança do chefe fica exaustiva. Inegavelmente, a energia de realização diminui e a motivação acaba. Por isso, é importante identificarmos qual é a missão, a visão e os valores da empresa para que possamos identificar o nosso grau de compatibilidade, a fim de que, as atividades exercidas na nossa função façam sentido. Em outras palavras, o chamado Fit Cultural, que já falamos em textos anteriores.

Conseguir trabalhar numa organização que possua os mesmos valores que os nosso é muito bom. Por esse motivo, é importante também que o candidato avalie a empresa em que está se candidatando e não somente a empresa é que deve avaliar o candidato. É uma via de mão dupla. Portanto, é uma parceria de ganha ganha. Afinal, passamos nossa maior parte do tempo no trabalho, não é!?

Se precisar de ajuda para achar o seu sentido é só nos chamar! 

Obrigada pela atenção!

Na semana que vem falaremos sobre o último construto do modelo PERMA: Realização!

Tenha uma excelente semana!

Lembre-se: O autoconhecimento é primordial para seu sucesso!